Livro Práticas Orientais de Saúde

Guia Prático do Prof. Zenzo Yamamoto para um Bem Viver

Entenda mais sobre o próprio corpo e sobre a origem das doenças

Explore um pouco do que você vai encontrar no livro.

Recomendado para pessoas que buscam entender mais sobre o próprio corpo e sobre a origem das doenças, além de oferecer técnicas simples e extremamente eficazes para o alívio dos mais variados sintomas.

Contra Capa

O ser humano é constituído de quatro corpos – o físico, o mental, o emocional e o espiritual -, e, para que ele atinja a felicidade, todos esses precisam estar bem, precisam estar em harmonia.

Neste livro, Yashiro Yamamoto leva adiante uma aspiração de seu pai, o Prof. Zenzo Yamamoto, e ensina os leitores a cuidarem de si próprios, seja através de ginásticas, seja pela prática da respiração abdominal, pela energização (YUKI), pela meditação e pela mudança de pensamento e postura diante da vida.

O autor trata, assim, de dar vida ao provérbio chinês que tanto agradava ao Prof. Zenzo: “Não dê o peixe, ensine a pescar”.

Sumário

Uma das melhores formas de conhecer um livro e poder explorar o seu sumário

  • Sumário

    Capítulo 1 – O Homem e a Felicidade ……1
    Capítulo 2 – Respiração Abdominal ……3
    Capítulo 3 – O Sono Profundo e Repousante ……10
    Capítulo 4 – A Saúde aos Seus Pés ……13
    – Cuidados com os Pés ……13
    Capítulo 5 – Pressão Arterial e Derrame ……16
    – Pressão Alta (Hipertensão) ……16
    – Pressão Baixa (Hipotensão) ……17
    – Derrame ……17
    – A Cura dos Problemas de Pressão ……18
    – A Saúde do Coração ……19
    Capítulo 6 – Meditação e Mentalização ……20
    – Os Passos da Meditação ……21
    – 1. Postura ……21
    – 2. Respiração……22
    – A Meditação e o Estudo……24
    – Meditação e Mentalização em Grupo ……25
    – Meditação, Autoconhecimento e Saúde ……26
    – Estado Meditativo ……27
    – Mindfulness ……27
    – Benefícios da Meditação ……28
    Capítulo 7 – Cinco Pontos Vitais (“Tanden”) ……29
    – “Bitan Tanden” ……29
    – “Nocho”……29
    – “Enzui” ……30
    – “Koshi” ……30
    – “Seika Tanden” ……31
    – Ativação dos Cinco “Tanden” ……31
    Capitulo 8 – Cuidados com os Olhos ……32
    – “Yuki” nos Olhos ……34
    Capítulo 9 – Dores de Cabeça e de Dente ……35
    – Dor de Dente ……38
    Capítulo 10 – Dor de Ouvido e Surdez ……39
    Capítulo 11 – Resfriado, Sinusite e Nariz Torto ……42
    – Lavagem Nasal ……42
    – A Cura dos Resfriados ……43
    – A Cura da Sinusite ……44
    – Nariz Torto ……44
    Capítulo 12 – Hemorragias ……45
    – Dengue Hemorrágica ……47
    Capítulo 13 – A Saúde do Estômago ……48
    – A Técnica de Engolir o Ar ……49
    – Dieta da Maçã ……50
    – O que Comer? ……51
    – Alimentos Alcalinizantes ……52
    – Alimentos que Acidificam o Organismo ……53
    – Suplementação Alimentar……53
    Capítulo 14 – Importância do “Sanri” ……54
    Capítulo 15 – “YUKI” ……57
    – Diagnóstico pelo “Yuki” ……57
    – “YUKITERAPIA” ……58
    – Exemplos de Cura pelo “YUKI” ……61
    – Significado mais Amplo do “YUKI” ……61
    – Aplicação de YUKI não presencial ……62
    Capítulo 16 – Apendicite e Amigdalite ……63
    – Auto-hipnose/Autossugestão ……63
    Capítulo 17 – Renovação das Células ……65
    Capítulo 18 – Relação entre Vértebras e Problemas de Saúde ……67
    Capítulo 19 – Escoliose e Diferença nos Comprimentos
    dos Membros Inferiores ……70
    – Encaixe do Pé na Perna ……71
    – Ajuste do Fêmur no Quadril ……73
    – Exercício para Escoliose ……74
    – Cifose ……74
    – Lordose ……74
    Capítulo 20 – SHIATSU– Método Konno de Massagem ……75
    Capítulo 21 – Enrijecimento Muscular como Origem de Doenças ……77
    – Tratamento da Diabete ……78
    Capítulo 22 – Varizes e Ovário ……79
    Capítulo 23 – Alergias ……81
    Capítulo 24 – Cólicas Menstruais e Melhoria da Atividade Sexual ……83
    – Útero e Próstata ……83
    – Desempenho Sexual ……84
    – Infertilidade ……85
    Capítulo 25 – Prisão de Ventre e Hemorroidas ……87
    Capítulo 26 – “KIAI” ……90
    Capítulo 27 – Memória e Inteligência ……92
    Capítulo 28 – Sono e Soluço ……94
    – Sono ……94
    – Soluço ……94
    Capítulo 29 – Enurese Noturna ……96
    Capítulo 30 – Doença e Postura Mental ……99
    – Raiva ……99
    – Tristeza ……100
    – Pressa ……100
    – Ressentimento ……101
    – Rejeição ……101
    – Carência Afetiva ……102
    – Depressão ……104
    – Estresse ……104
    – Preocupação ……105
    – Medo ……106
    – Ignorância ……107
    Capítulo 31 – Cuidados com a Coluna Vertebral ……108
    Capítulo 32 – Exercícios para a Boa – Saúde do Corpo Físico …113
    Capítulo 33 – Biografia de Zenzo Yamamoto ..125
    – Educação ……132
    – Aula de Geografia no “Ofurô” ……132
    – Retidão, Meditação e Detalhe ……133
    – “Ohanashi”/contos ……133
    – Melhor Discurso de “Oshogatsu” ……134
    – “Kendogata” e “Kendo” ……134
    – O Caráter do Jovem Diogo Nomura ……135
    – Saúde ……136
    – Conhecimento do Próprio Corpo ……136
    – Práticas Orientais de Saúde ……136
    – Trabalhar Mais e Esperar Menos ……137
    – Anticoncepcional ……137
    – Poder da Mente ……137
    – Sinais ……138
    – Sinal de Perigo de Acidente ……138
    – Sinal de Perigo com Fogo e Queimadura ……139
    – Sinal de Perigo de Afogamento ……139
    – Perigo de Assalto ……139
    – Animais Pressentem Perigo ……139
    – Masako ……140
    – Perfil do Prof. Zenzo Yamamoto ……143
    – Religiosidade ……143
    – Política ……143
    – Otimismo ……144
    – Pensar no Próximo ……145
    – Coragem ……145
    – Loteria, “Oshogatsu” e Aniversário ……146
    – Gosto pelo jogo ……147
    – Conversa ……148
    – Cigarro ……149
    – Filmes Japoneses ……149
    – “Hirune” ……150
    – Dentadura ……150
    – Intuição ……151
    – Falecimento ……152
    – Depoimentos ……154
    – Yasunori Kunigo ……154
    – Fernando Yutak Takasugi ……156
    – Postura Física ……158
    – Respiração Abdominal ……158
    – Disciplina e Respeito aos Outros ……158
    – “Bushido” – Caminho do Guerreiro ……159
    – Aulas de Oratória ……160
    – “Mottainai” ……160
    – Takasugi Shinsaku e “Shindo-renmei”……161
    – Maria Rosa Teixeira ……164
    – Paulo Zenedin ……164
    – José Maria Filardo Bassalo ……165
    – Benedita da Guia……165
    – Gabriel Gaspar Ribeiro ……166
    – Rose Mendes ……167
    – Sabrina Iasi ……170
    – Cinthia Merthen Piccin ……171
    – Roberto Minoru Okada ……171
    – O que Aprendi do Prof. Zenzo Yamamoto ……172
    – Complemento Deste Relato ……172
    – Masue Hashimoto ……173
    – Yukika Yuki ……174
    – Kioto Abe ……174
    – Toshiko Ozaki Kobayashi ……175
    – Airton Asakawa ……176
    – Toshio Kayasima ……177
    – Iris Takizawa Kayasima ……178
    – Masuji Kayasima……178
    – Laura Hayashibara Kayasima ……179
    – Yunya Yamamoto ……179
    – Misako Yamamoto ……180
    – Kimico Yamamoto Kuromoto ……181
    – Milton Sunao Fukuwara ……181
    – Simone Etsuko Yamamoto Kuwazuru ……182
    – Lilian Miyuki, Cíntia Fumi e Kátia Yumi Yamamoto ……183
    – Vida Pessoal de Noriyuki Yamamoto ……183
    – Colégio Estadual Presidente Roosevelt ……183
    – Festas ……183
    – Esportes ……184
    – Falecimento de Noriyuki ……185
    – Elsa Masae Mamizuka ……185
    – O que Aprendi de Meus Pais ……186
    – Ivan Yamamoto ……187
    – Jean Yamamoto ……188
    – Dalton Yamamoto ……191
    – O que Eu Aprendi com Meu Pai Yashiro Yamamoto ……192
    – Suane Lage Yamamoto ……192
    – Conclusão ……194
    – Família Yamamoto ……196

Depoimentos

Depoimentos

Degustação

Tenha contato com parte do conteúdo que irá encontrar no livro.

O Homem e a Felicidade

O Prof. Zenzo Yamamoto iniciava o curso de “Kenkoho” (métodos de saúde) afirmando que “o ser humano está sempre à procura da felicidade”. Ele fazia uma análise holística, considerando que este é constituído de corpo físico, mente e espírito.
Pode-se dizer, simplificadamente, que o estado de felicidade do corpo físico consiste em ter prazer físico e não ter dor; a felicidade mental, em ter alegria sem preocupação; e a felicidade espiritual, em ter paz sem obsessão.

Felicidade física = Prazer físico – Dor

Felicidade mental = Alegria – Preocupação

Felicidade espiritual = Paz – Obsessão

Quando o indivíduo tem problema físico, procura ajuda do médico, enfermeiro, dentista, fisioterapeuta e educador físico; quando o problema é
mental, busca ajuda do psicólogo e médico psiquiatra; já quando o problema é espiritual, procura o padre, pastor, monge, rabino, médium, mãe de santo,
xamã e outros, de acordo com a sua crença.

Homem = Corpo + Mente + Espírito
Médico Psicólogo Médium
Fisioterapeuta Psiquiatra Padre
Dentista Pastor
Educador Monge
... Xamã

O Dr. Joshua David Stone1 considera que temos um quarto corpo: o emocional: “A intuição pertence ao corpo espiritual, a capacidade de pensar
ao corpo mental, a de sentir ao corpo emocional e a de ter sensações está vinculada aos cinco sentidos do corpo físico”.

Pode-se dizer que:
Felicidade emocional = sentir-se bem – pressão

Considerando que o homem é constituído pelos quatro corpos, todos eles precisam estar bem para que se atinja a felicidade.
O objeto das Práticas Orientais de Saúde é o ser humano, e por isso há necessidade de saber o que ele é, de onde vem e para onde vai.
Segundo Sócrates (469 a.C. – 399 a.C.), pelo princípio geral da geração, das coisas contrárias nascem aquelas que lhe são opostas. Da vida origina a
morte, e da morte origina a vida. “Nossas almas vão e estão no Hades após a morte.”2 Diz ainda que “o nosso conhecimento é apenas recordação”.
Isto significa que “temos de ter aprendido em outro tempo as coisas que recordamos. E isso não é possível se nossa alma não existir antes de receber
esta forma humana. Esta é mais uma prova de que nossa alma é imortal.”2

O homem nasce e traz junto com a alma (espírito encarnado) o carma (Karma: kar = fazer, agir; ma = efeito, trabalho), que é o conjunto de ações e efeitos provocados por essas ações. “A lei do carma baseia-se na doutrina da reencarnação e representa os efeitos das energias positivas e negativas
criadas em encarnações anteriores que influenciam a vida de uma pessoa.”3

Para saber o passado, veja a sua vida presente e para saber como será o seu futuro, veja a sua vida presente. O tempo presente é o único real: o passado já foi e o futuro não chegou. Viva no presente, esteja no presente, tenha presença e seja feliz agora.

O Sono Profundo e Repousante

O sono é um estado de repouso de quem dorme e se caracteriza pela suspensão da consciência, pelo relaxamento dos sentidos e dos músculos, pela diminuição do ritmo circulatório e respiratório e pela presença dos sonhos. O sono é necessário aos homens para descansar e reparar o organismo do desgaste diário, quer físico, quer mental.

O segredo do bom sono é “pé quente e cuca fresca”. Isto porque, se o sangue estiver acumulado na cabeça, será muito difícil desligar a mente e entrar no estado de inconsciência. O Prof. Zenzo Yamamoto dizia que “dormir bem não é dormir muitas horas”. Dormiu bem quem, ao acordar, sente-se revigorado e com disposição para enfrentar um novo dia de trabalho ou de lazer. Para ter boa saúde, é preciso dormir bem.

São as seguintes as considerações preliminares e recomendações para dormir bem:

  • É importante que se tenha trabalhado e exercitado bem o corpo durante o dia. A consciência do dever cumprido é fator importantíssimo para dormir bem. O exercício físico é fundamental para que o corpo sinta necessidade de repouso.
  • Não comer alimentos indigestos ou tomar muito líquido antes de deitar, mas também não dormir de estômago vazio (o Prof. Zenzo
    Yamamoto comia uma maçã antes de dormir).
  • Utilizar travesseiro baixo (5 cm) de material isolante: uma lista telefônica, o bambu chinês, a casca de trigo sarraceno, a casca de
    arroz, o feijão, o feijão “azuki” ou madeira como o “kiri”.
  • Manter o pé quente. Em dias frios recomenda-se esquentar os pés com água aquecida antes de dormir.
  • Trinta minutos antes de ir para a cama, não assistir a programas de televisão e não ver imagens ou mensagens no celular. As luzes desses aparelhos influem no sono, pois a melatonina, hormônio que controla o sono, é produzida pela glândula pineal e só liberada na ausência de luz. Pessoas que são sensíveis à luz podem usar venda sobre os olhos para dormir melhor.

A técnica para obter o sono profundo e repousante consiste em:

  1. Deitar de costas, sem travesseiro (deixá-lo acima da cabeça, ao alcance das mãos). Relaxar todos os músculos, conferindo mentalmente. Começar pelo couro cabeludo e pela face, cerrar levemente as pálpebras, entreabrir a boca, descontrair o pescoço, ombros, braços, antebraços, mãos, tórax, abdômen, costas, quadril, coxas, pernas e pés. Respirar lenta e suavemente e descontrair todas as articulações.
  2. Fazer 60 movimentos com a ponta dos pés, flexionando-os em direção ao corpo e esticando-os sequencialmente, em movimento de vaivém (Fig. 3.1). Esses movimentos têm a finalidade de aquecer os pés, por meio dos exercícios, levando-se naturalmente o sangue para os pés.
  3. Ainda deitado de costas, fazer respirações abdominais (veja Capítulo 2), movimentando os pés em direção ao corpo, durante a expiração e, após inspirar o ar, fazer pressão abdominal, esticar as pontas dos pés e levantar o quadril cerca de 10 cm (Fig. 3.2). Nesta posição, o corpo fica apoiado sobre os calcanhares e a parte superior do tronco. Permanecer nessa posição, sem diminuir a pressão abdominal e bater com as palmas das mãos abaixo do umbigo pelo tempo que aguentar. Soltar o ar e relaxar, voltando os pés à posição normal (Fig. 3.3). Repetir todo o movimento até completar dez ciclos completos.
  4. Colocar o travesseiro, cobrir-se e boa noite!
    Segundo o Prof. Zenzo Yamamoto, as pessoas que dormem profundamente não se lembram de ter sonhado. Elas têm a sensação de que desmaiaram após realizar os exercícios e acordaram no dia seguinte na mesma posição, ou seja, de costas. Isto, para algumas delas, era espantoso, pois tinham o hábito de dormir de bruços, ou de lado, ou, ainda, abraçadas ao travesseiro. Há relatos de pessoas que nem se lembraram de ter colocado o travesseiro para dormir. O método tem dado certo e ajudado muita gente a dormir bem e, assim, recuperar as energias, melhorar o equilíbrio psíquico e passar a ter mais disposição para o trabalho, melhorando ainda a saúde e o humor. Muitas pessoas passaram a necessitar de menos horas de sono e têm acordado dispostas, aprimorando muito o seu desempenho diário. Entretanto, há pessoas que ficaram excitadas demais com os exercícios ou preocupadas em querer dormir e passaram a noite em claro. Faltou
    descontrair ou relaxar.

A Saúde aos Seus Pés

No curso de “Métodos para a Saúde Física, Mental e Espiritual”, ministrado pelo Prof. Zenzo Yamamoto, era contada a história ocorrida no século XVIII, no feudo de Owari, hoje Nagoya, Japão, sobre a valorização da longevidade. Os velhos eram considerados sábios e experientes e por isso eram respeitados
pela população. Por ocasião da inauguração de uma nova ponte, ficou decidido que os três casais de três gerações da mesma família que tivessem
a maior soma de idades a atravessariam em primeiro lugar. A família vencedora era composta pelo avô Mampei, de 243 anos, cuja esposa tinha
222 anos; pelo filho Mankiti, de 192 anos, e a nora de 191 anos; o neto Manzou, de 151 anos, e a mulher deste, de 138 anos. O “Tonossamá”,
senhor feudal, chamou Mampei ao castelo e perguntou-lhe o segredo da longevidade de sua família. Mampei respondeu que não havia segredo. Mas,
ante a insistência do “Tonossamá”, contou que todas as noites seus familiares aqueciam os pés e faziam massagens nas plantas dos pés.

Para os sábios da corte que estudaram o caso, o segredo não estava na alimentação, pois os agricultores comiam mal, seu alimento básico era arroz
complementado por verduras e legumes. As refeições eram pobres em proteínas animais. Por outro lado, o segredo da longevidade também não
podia ser genético, pois a mulher, a nora e a mulher do neto eram oriundas de outras famílias. Assim, chegaram à conclusão de que o segredo da
longevidade estava realmente nos cuidados dispensados aos pés.

Mas por que essa família de agricultores dava tanta atenção aos pés? No Japão, o arroz era cultivado em alagados, e os agricultores não tinham
botas de borracha como hoje e passavam várias horas do dia com os pés molhados e gelados. Isto provocava problemas de circulação do sangue e os
incomodava. Assim, instintivamente, eles passaram a cuidar dos pés como uma forma de defesa.

Cuidados com os Pés

O cuidado com os pés pode ser feito da seguinte forma:

  1. com os dois dedos polegares, pressionar todas as áreas da parte inferior dos pés (planta dos pés), principalmente as regiões côncavas,
    que têm pouco ou nenhum contato com o chão;
  2. com os dedos polegar e indicador, pressionar toda a volta de cada um dos dedos dos pés;
  3. prender cada um dos dedos dos pés com o polegar, o indicador e o médio, comprimir o dedo do pé longitudinalmente e fazer dez movimentos circulares no sentido horário e dez no sentido antihorário;
  4. puxar cada um dos dedos do pé no sentido longitudinal (provocando estalo ou não);
  5. girar dez vezes os pés no sentido horário e no anti-horário para que os tornozelos não enrijeçam; e
  6. tornar a massagear os pontos onde sentiu dores (isto é importante porque a dor é sinal de que há problema no local).

Os chineses, por meio de observações, fizeram um mapa que relaciona cada órgão ou parte do corpo humano com regiões das plantas dos pés. O
conhecimento desse mapa ajuda as pessoas a descobrirem mais rapidamente as regiões dos pés a serem massageadas e, inversamente, pela dor sentida
em cada região, associar problemas existentes no corpo. O leitor não deve se preocupar com o conhecimento do mapa, mas simplesmente pressionar
toda a planta e os dedos dos pés e marcar os locais doloridos para cuidar deles com mais carinho. Assim, estará tratando do(s) problema(s) que
eventualmente existir (em) no corpo.

Há outras maneiras de massagear as plantas dos pés:

  1. pisar sobre bambu grosso de cerca de 10 cm de diâmetro, partido ao meio, ou, sentado, rolar sob os pés uma bola de tênis ou um
    pedaço de bambu roliço de cerca de 5 cm de diâmetro, apoiado no chão;
  2. andar descalço sobre areia (de preferência grossa) ou sobre pedregulhos arredondados (seixos);
  3. andar de sandálias de pinos virados para a planta do pé por alguns minutos por dia (as sandálias são encontradas em lojas especializadas
    em alimentos naturais).

Recomenda-se fazer em casa uma caixa contendo areia grossa ou pedregulho para executar, sem sair do lugar, o exercício do item b. A pressão
sobre as plantas dos pés ajuda a bombear o sangue de volta ao coração e por isso muitos médicos recomendam a realização de caminhadas (de manhã é
melhor porque o ar está mais limpo). O Dr. Jorge Miyashiro, de São Paulo, chega a afirmar que os pés são outros dois corações do corpo humano. Isto
porque, ao caminhar, são feitas pressões sob as plantas dos pés, bombeando o sangue de volta ao coração. O caminhar também faz com que as
contrações das panturrilhas bombeiem o sangue de volta ao coração, auxiliando a circulação do sangue.

Praticantes de respiração abdominal têm o diafragma como auxiliar do coração na tarefa de fazer fluir o sangue. Assim, podemos afirmar que
temos, além do coração, os pés e o diafragma como auxiliares do sistema circulatório. Figuradamente, podemos afirmar que temos 4 “corações”.

É evidente que pessoas que, por vaidade, usam sapatos de saltos altos e bicos finos venham a se queixar de dores nos pés e, consequentemente, de
problemas físicos. Por exemplo, a joanete é sinal de existência de problema no fígado.

Os calçados devem ser confortáveis para não machucar, apertar ou provocar a formação de calos nos pés. Maltratar os pés é maltratar o corpo.
Portanto, vamos cuidar com carinho dos pés e ter boa saúde e vida longa. Os pés mais famosos do Brasil são os de Edson Arantes do Nascimento, Pelé. E Pelé ama muito os seus pés. Foi graças a eles que ganhou projeção internacional como o melhor jogador de futebol de todos os tempos. Pelé recebia massagens após os treinos e jogos de futebol.

Livro
Práticas Orientais de Saúde

Recomendado para pessoas que buscam entender mais sobre o próprio corpo e sobre a origem das doenças, além de oferecer técnicas simples e extremamente eficazes para o alívio dos mais variados sintomas.

Se interessou pelo livro e deseja adquirir?
Agora estamos oferecendo o livro pela Amazon

  • Ficamos felizes em saber que você se interessou pelo livro.
    O valor do livro “Práticas Orientais de Saúde” é de R$ 59,30R$ por R$ 50,00 a unidade.
    E conseguimos um valor interessante para o frete, na compra de 1 até 5 livros, o frete tem valor fixo de R$ 13,80.
    Preencha o formulário abaixo com seus dados, e em breve lhe enviaremos os dados para pagamento.

    • Ficamos felizes em saber que você se interessou tanto pelo livro e deseja adquirir vários deles.
      O valor do livro “Práticas Orientais de Saúde” é de R$ 59,30R$ por R$ 50,00 a unidade.
      E aqui você poderá comprar quantidades maiores e ter o frete calculado na hora, de acordo com o tamanho do seu pedido.

    Livro
    Práticas Orientais de Saúde

    Recomendado para pessoas que buscam entender mais sobre o próprio corpo e sobre a origem das doenças, além de oferecer técnicas simples e extremamente eficazes para o alívio dos mais variados sintomas.

    Se interessou pelo livro e deseja adquirir?
    Agora estamos oferecendo o livro pela Amazon

    • Ficamos felizes em saber que você se interessou tanto pelo livro e deseja adquirir vários deles.
      Agora estamos também oferecendo o livro pela Amazon

    • Ficamos felizes em saber que você se interessou pelo livro.
      O valor do livro “Práticas Orientais de Saúde” é de R$ 59,30R$ por R$ 50,00 a unidade.
      E conseguimos um valor interessante para o frete, na compra de 1 até 5 livros, o frete tem valor fixo de R$ 13,80.
      Preencha o formulário abaixo com seus dados, e em breve lhe enviaremos os dados para pagamento.